Habitação

48% dos novos empreendimentos residenciais foram vendidos no 1º semestre

Felipe Ribeiro |
48% dos novos empreendimentos residenciais foram vendidos no 1º semestre
Enlight, Fercopor

No primeiro semestre deste ano foram lançados em venda cerca de 280 novos empreendimentos residenciais no país, os quais englobam um total de mais de 12.000 fogos.

É aquilo que revela a nova base de dados “Edifícios em Comercialização” produzida pela Confidencial Imobiliário: 48% desta oferta chegada ao mercado em 2022 está já vendida. Com cerca de 1.800 fogos em comercialização, registando uma taxa de comercialização de 36%, Lisboa é a cidade com maior volume de oferta em venda – um dos ritmos de absorção menos robusto da região metropolitana.

Em termos regionais, de destacar Oeiras com uma taxa de absorção de 72% para um universo de 650 fogos lançados este ano; Loures e Amadora, com taxas de absorção em torno dos 50%; Seixal e Barreiro, com vendas a superar os 80%. Estes são mercados que contabilizam entre 400 e 800 fogos em venda.

Já no Porto, a oferta lançada este ano totaliza 1.225 unidades, das quais 46% se estima estarem vendidas. Assim como a cidade Invicta, Gaia regista os mesmos 46% vendidos, em torno dos 1.450 fogos. Matosinhos, apresenta um stock para venda de 200 fogos, e Maia de 105 fogos: ambas apresentam desempenhos idênticos, garantindo o escoamento, respetivamente, de 43% e 41% das carteiras.

Na cidade Aveiro, identificaram-se cerca de 650 fogos em comercialização, 81% estão já vendidos, assim como em Guimarães, em torno da centena de fogos. Em Faro, os cerca de 200 fogos identificados estão praticamente todos escoados, apurando-se uma taxa de comercialização superior a 90%.