Confidencial Imobiliário

44.850 casas vendidas no 1º trimestre

Ana Tavares |
44.850 casas vendidas no 1º trimestre

Os números foram agora projetados pela Confidencial Imobiliário, a partir dos dados reportados ao SIR – Sistema de Informação Residencial, de acordo com o qual a Área Metropolitana de Lisboa concentrou 1/3 das vendas, num total de 14.730 casas transacionadas.

Já a Área Metropolitana do Porto somou 15% do total, com cerca de 6.640 casas vendidas. A região Centro somou 23% das vendas trimestrais (aproximadamente 10.370 fogos), seguida do Norte (14%, cerca de 6.220 fogos), Algarve (9%, cerca de 4.155 fogos vendidos) e Alentejo (6%, cerca de 2.730 fogos).

Neste trimestre, segundo a Ci, o preço médio de venda das casas no país atingiu os 1.734 euros/m², valor superado pela Área Metropolitana de Lisboa, que transacionou em 2.222 euros/m², e pelo Algarve, com vendas a 1.799 euros/m².

Na Área Metropolitana do Porto, as casas foram vendidas a um preço médio de 1.495 euros/m2 no 1º trimestre de 2020. Apenas o Alentejo apresentou preços acima dos 1.000 euros/m² (1.097 euros/m²), com a região Centro a transacionar a 945 euros/m² e o Norte a 855 euros/m².

Até março, o tempo médio de venda da habitação foi de 6 meses, mantendo-se estável ao longo do último ano. As casas levam menos tempo a vender nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, numa média de 5 meses. Já no Algarve, as casas levam 7 meses a ser vendidas, enquanto que o tempo médio de absorção nas restantes regiões variou entre os 6 e os 8 meses.

De recordar que os dados apurados pela Ci no âmbito do SIR-Sistema de Informação Residencial agregam os dados sobre vendas reportados pelos operadores do mercado, incluindo indicadores de preço, tempo de absorção (i.e. o tempo que um imóvel demora a ser vendido) ou descontos praticados, entre outros.