Vila Galé investe €35M em 2020

Ana Tavares |
Vila Galé investe €35M em 2020

No centro do país, o grupo prepara-se para abrir os novos hotéis de Alter-do-Chão e Manteigas, a 13 e 27 de março, respetivamente, com 77 e 91 quartos, num investimento de cerca de 10 milhões de euros cada.

Está prevista também a abertura de uma nova fase do hotel Vila Galé Douro Vineyards, que passa a ter 49 quartos e produção de vinho próprio, num investimento de 7 milhões de euros. O grupo está também a avançar com um novo hotel em Tomar.

Tudo porque investir no interior do país continua a ser uma prioridade para a Vila Galé, onde o grupo tem já 10 hotéis, em zonas de baixa densidade, que podem passar a ser 15 nos próximos tempos.

«Estas duas novas unidades representam mais apostas nossas no interior, não porque ficamos doidos, mas porque temos consciência que o interior precisa de investimento e de novos projetos», refere Jorge Rebelo de Almeida, presidente do grupo, citado pelo Expresso.

O grupo está também a trabalhar no seu primeiro hotel nos Açores, onde vai reabilitar o edifício que era da Misericórdia na Praça de São Francisco em Ponta Delgada. Ficará concluído em 2021.

Já no Brasil, vai abrir um novo hotel perto da avenida Paulista, em São Paulo.

No ano passado, o grupo Vila Galé registou um total de 1,9 milhões de dormidas, com destaque para o crescimento dos mercados americano, brasileiro ou chinês. O mercado nacional continua a ser o mais significativo, com 30% das dormidas. Já as receitas atingiram os 115 milhões de euros, mais 3 milhões de euros que no ano anterior.