Torres de Lisboa são vendidas por €100M

Ana Tavares |
Torres de Lisboa são vendidas por €100M

 

A notícia é avançada pelo Expresso, segundo o qual a venda foi concluída em outubro. Os ativos estavam nas mãos da ECS, sociedade gestora de fundos de recuperação e restruturação de ativos, e pertenciam à falida Chamartín, que entrou em insolvência em 2015.

O negócio inclui duas torres de 16 pisos e dois edifícios de 5 pisos, todos arrendados quase na totalidade com contratos de longa duração a empresas como o Cetelem, BPI, Manpower ou British Hospital, além do Global Media Group. Ficam fora do negócio os edifícios atualmente ocupados pela Galp Energia, um deles propriedade da Galp e outro da espanhola Merlin Properties.

Pierre Castel soma assim um investimento de cerca de 420 milhões de euros em Portugal, sendo já dono de edifícios como o Campus da Justiça, no Parque das Nações, do edifício sede da NOS, no Campo Grande, ou de uma das Torres do Colombo.