Square AM

Square AM: diversificar o risco é uma prioridade

Vanessa Sousa |
Square AM: diversificar o risco é uma prioridade

Quem o revela é o próprio Pedro Coelho, vice presidente e diretor executivo da gestora portuguesa, que explica à Vida Imobiliária, na rubrica Conversas Diárias, que um dos “segredos” para assegurar a consistência dos retornos do investimento por passa por «investir numa base de equilíbrio», que passa por «diversificar o risco em todos os setores, inquilinos, direções e geografias». Depois é também importante focar primeiro a gestão do risco dos inquilinos e só depois outros fatores associados ao investimento como localização, preço por metro quadrado e retornos.

Este é, aliás, o décimo ano consecutivo que este fundo de Square AM é galardoado nesta categoria dos MSCI European Property Investment Awards, que distingue por Portugal o fundo diversificado com melhor retorno total relativo a 3 anos face ao seu benchmark nacional para todos os setores. «Estamos muito orgulhosos por receber este prémio 10 anos consecutivos», confessa Pedro Coelho, que acrescenta que «ainda assim, para nós não é suficiente, pois trabalhamos fortemente todos os dias para conseguir o melhor retorno possível do portfólio. E, nesse sentido, nós esperamos não parar aqui. Todos os anos ficamos ansiosos para saber quem ganhou o prémio», confessa.

Foi em 2005 que o fundo aberto CA Património Crescente nasceu, tendo por base uma estratégia de longo prazo e o Crédito Agrícola enquanto distribuidor. De la para cá, conquistou um portfólio que ronda os 801 milhões de euros (GAV), e um retorno de investimento do último ano (de junho 2020 a junho de 2019) na ordem dos 4,86%. Apesar os tempos incertos, «estamos a continuar a crescer», garante Pedro Coelho que revela uma evolução positiva em 2020 na ordem dos 8%. Para o vice-presidente da gestora «isto é muito importante para mostrar o bom trabalho entre um gestor e um distribuidor».

Veja ou reveja a entrevista completa