Primeira SIGI portuguesa nasce pela mão da Sonae Sierra e Bankinter

Susana Correia |
Primeira SIGI portuguesa nasce pela mão da Sonae Sierra e Bankinter

Replicando um caso de sucesso em Espanha, o da Olimpo Real Estate Socicimi (ORES) lançada em fevereiro de 2017, o Bankinter e a Sonae Sierra alargam agora a sua parceria ao mercado português, com o lançamento da congénere Olimpo Real Estate Portugal, SIGI, S.A. (ORES). Com a entrada em ação deste segundo veículo equiparado a um REIT, poderão abranger uma carteira de imóveis sob gestão superior a 500 milhões de euros sob a umbrela «ORES», posicionando-se ao nível dos maiores players ibéricos.

Tal como em Espanha, a Sonae Sierra ficará responsável pela gestão da carteira imobiliária e pela gestão administrativa da sociedade, ao passo que o Bankinter assumirá a gestão estratégica do veículo.

«A criação da SIGI ORES Portugal representa uma oportunidade única e exclusiva para os nossos clientes private diversificarem os seus investimentos, beneficiando de um instrumento financeiro inovador em Portugal, a ser admitido à negociação em mercado, gerido por parceiros de referência e com potencial de rentabilidades muito interessantes no atual contexto de juros baixos», afirma Pedro Lobo, Diretor de Private Banking do Bankinter em Portugal.

Por seu turno, Pedro Caupers, Administrador Executivo responsável pela área de investimento da Sonae Sierra, diz que «a nossa experiência internacional enquanto gestores de investimento em ativos imobiliários vai permitir-nos criar um veículo pioneiro em Portugal, que poderá apresentar uma rentabilidade muito interessante, consolidando a nossa posição de liderança no desenvolvimento de soluções inovadoras, para responder às ambições dos nossos investidores e parceiros».

A ORES Portugal terá como objeto de investimento «ativos estáveis e com contratos de exploração de estabelecimentos comerciais, tirando partido de uma carteira retalhista diversificada e que se antecipa vir a incluir supermercados, hipermercados, lojas comerciais, retail parks e escritórios localizados essencialmente nos maiores centros urbanos de Portugal, proporcionando-lhes igualmente a possibilidade de investirem em Espanha».

A Banca de Investimento do Bankinter estruturou esta operação em formato semelhante ao que tem utilizado em Espanha, onde existem sete fundos de financiamento alternativo com ativos que totalizam cerca de 3.000 milhões de euros, investidos em distintos setores: hoteleiro, energias renováveis, residências de estudantes, venture capital e imóveis comerciais.