Expo Real

Porto: uma "porta de entrada de um território muito mais vasto"

Felipe Ribeiro |
Porto: uma "porta de entrada de um território muito mais vasto"

Realiza-se hoje, em Munique, o último dia da Expo Real 2022. Porto, Gaia e Matosinhos estrearam-se nesta edição no espaço “Greater Porto”, onde apresentarem as suas oportunidades de investimento e passaram a apresentar «um território conjunto».

"O Greater Porto representa esta marca que transcende o limite administrativo da cidade"

As palavras são do vereador do Turismo da Câmara Municipal do Porto, Ricardo Valente, que revelou em entrevista à Vida Imobiliária, durante o primeiro dia da feira internacional, que a a iniciativa do Greater Porto «é uma marca distinta que coloca o Porto ao nível dos grandes territórios europeus, assim como se apresenta Barcelona, Copenhaga». Ricardo Valente enfatiza o facto de serem cidades «capazes de colaborar com vista a escalar a presença deste território» e que essa é de facto «a grande mais-valia» desta grande marca «capaz de unir esse território».

De acordo com o vereador, o Porto traz à Expo Real «a sua história passada»: em termos de investimento, «é um território extremamente atrativo, terá em 2022 o melhor ano de sempre de investimento corporativo na cidade, de fluxos turísticos também, e com base nestas duas dimensões – uma cidade boa para visitar, para trabalhar – cria enormes oportunidades do ponto de vista do investimento imobiliário».

"O desejo de a cidade se afirmar cada vez mais internacionalmente"

De acordo com Ricardo Valente, é relevante conhecer hoje «o desejo de a cidade se afirmar cada vez mais internacionalmente» e de facto a cidade tem evidenciado «dinâmica e capacidade de crescimento». O edil completa ainda que «estas três cidades são capazes de mostrar uma dinâmica e um conjunto de ativos que a colocam ao nível das melhores da Europa».