Ibéria

Patrizia gere portfólio de €1.300M na Península Ibérica

Ana Tavares |
Patrizia gere portfólio de €1.300M na Península Ibérica

Estão em causa ativos de escritórios, retalho, logística, hotelaria e residencial. 75% estão classificados como core-plus.

Para Eduardo de Roda, Country Manager da Patrizia para a Península Ibérica, comenta que «estes números confirmam a posição sólida que temos em Espanha enquanto fazemos crescer a nossa plataforma. Alcançar estes níveis de transação mostra o profundo conhecimento que a Patrizia tem do mercado. Não poderíamos estar melhor posicionados para capitalizar o pipeline vibrante que estamos a analisar atualmente para os nossos investidores».

Conforme foi anunciado em julho de 2019, a Patrizia comprou um edifício em Lisboa, num total de 6.200 metros quadrados. Trata-se do Tagus Square, edifício situado na Praça Duque da Terceira, no Cais do Sodré, adquirido a um investidor privado, e que se vai transformar num hotel de 5 estrelas.  Esta foi a aquisição mais recente da gestora em Portugal.

Em novembro, a gestora anunciava que deverá investir cerca de 300 a 500 milhões de euros nos dois países, mantendo esse ritmo até ao ano de 2022.