Novo projeto da Hyatt em Lisboa comercializado a 50%

Ana Tavares |
Novo projeto da Hyatt em Lisboa comercializado a 50%

Tratam-se de unidades do Hyatt Regency Lisbon, um novo hotel de cinco estrelas com um conceito diferenciador que está a ser construído junto ao Centro de Congressos de Lisboa, em parceria com a Fibeira e a Raltejo (subsidiária da United Investments Portugal), e que marca a estreia da Hyatt no nosso país. No total, o empreendimento terá 200 apartamentos de luxo, num investimento global de 70 milhões de euros.

Os proprietários destes apartamentos têm uma taxa de rentabilidade garantida de 3% ao ano, já que os imóveis serão explorados pela cadeia hoteleira por um prazo de 10 anos. No final desse período, a taxa de rentabilidade mantém-se, mas correspondendo à real ocupação do imóvel. Entretanto, podem ocupar os imóveis até 4 semanas por ano (apenas uma semana em época alta).

Daniel Correia, diretor de Real Estate da UIP, explica ao Eco que esta modalidade «combina o investimento imobiliário, um ativo tangível, com o investimento financeiro, livre de preocupações, uma vez que a gestão fica a cargo da UIP».

Para já, os compradores estrangeiros investiram 35 milhões de euros nestes apartamentos, oriundos de países como o Brasil, China, Turquia ou Irão. Os preços de venda variam entre os 685.000 euros, no caso de um T1, e os 2,5 milhões de euros, no caso de um T3.

O novo Hyatt Regency Lisbon deverá ficar concluído no primeiro semestre do próximo ano. Além dos apartamentos turísticos, vai incluir spa, piscina, bar na cobertura e jardim. O foco será o turismo de negócios e lazer.