Investimento

M7 investe €41M na compra de 10 ativos empresariais em Portugal

Ana Tavares |
M7 investe €41M na compra de 10 ativos empresariais em Portugal

O investimento foi feito pela M7 Real Estate, investidor pan-europeu e gestor de ativos imobiliários, em nome do Portuguese Industrial Fund, uma nova joint venture entre uma private equity internacional e a M7.

Estão em causa 85.600 m², que dizem respeito a 5 ativos logísticos last-mile, predominantemente localizados em Lisboa e Porto; 3 edifícios de escritórios em Lisboa e dois armazéns de retalho na zona da Grande Lisboa e na Madeira.

Nesta operação, o Novo Banco garantiu um financiamento de 20,5 milhões de euros, «marcando assim o início de uma nova parceria com a M7», pode ler-se em comunicado.

David Ebbrell, CEO da M7 Real Estate, considera que «a criação do PIF com o nosso parceiro e o estabelecer de uma nova parceria com o Novo Banco, são marcos estratégicos muito significativos para a M7, dentro daquilo que é o plano de crescimento contínuo da operação do grupo a nível internacional».

E completa que «temos um muito consolidado e reconhecido track-record em co-investimentos com os nossos parceiros nas diversas joint ventures sob gestão, bem como na implementação e execução das estratégias definidas, suportadas por uma profunda experiência e conhecimento dos mercados locais. O portfólio inicial que identificámos para o PIF, apresenta uma oportunidade única e entusiasmante para agregar valor através de uma gestão dinâmica e proativa dos imóveis, que será liderada pela nossa equipa local em Lisboa».

Por seu turno, Hugh Fraser, da M7, acrescenta que «ter o apoio do Novo Banco nestas transações é um endorsement extraordinário, quer do ponto de vista da oportunidade que os portfóliso oferecem para acrescentar valor, quer do ponto de vista do reconhecimento do que temos vindo a desenvolver no mercado português nos últimos dois anos. Estamos muito entusiasmados com a possibilidade de trabalhar com o Novo Banco, dentro de um plano de crescimento deste portfólio bem como na execução da nossa estratégia de asset management».

O Portuguese Industrial Fund foca-se essencialmente na aquisição de ativos nos setores de logística e escritórios no nosso país. a M7 desempenha as funções de investment e asset manager. É o segundo fundo da M7 criado em Portugal, onde gere atualmente uma carteira de cerca de 132 milhões de euros em ativos imobiliários, incluindo os que compõem o M7 Portuguese Active Fund, focado em oportunidades value-add em vários segmentos, encontrando-se totalmente investido.

Em comunicado, a M7 avança que «irá implementar uma estratégia de asset management dinâmica, que passa pela redução da vacancy rate existente no portfólio – atualmente, apresenta cerca de 95% de taxa de ocupação – e pelo incremento do nível de rendimento, aproveitando a escassez de espaços de qualidade disponíveis e as baixas vacancy rate existentes, quer no segmento de escritórios, quer no segmento de indústria e logística, nas regiões da Grande Lisboa e Grande Porto».

Neste contexto, realça «um aumento robusto da procura de espaços de armazéns, em áreas de proximidade aos centros urbanos, devido ao rápido crescimento do comércio eletrónico, sendo expectável uma pressão significativa nos níveis de renda no segmento I&L, no curto prazo».

Saiba mais sobre este negócio.

Saiba mais sobre a M7 Real Estate.