Investimento imobiliário soma os €1.700M até setembro

Ana Tavares |
Investimento imobiliário soma os €1.700M até setembro

De acordo com o relatório, o destaque no investimento vai para os setores dos escritórios e do retalho, com quotas de 34% e 33% do total investido, sendo que o maior negócio dos escritórios registou-se no 3º trimestre – a venda do edifício Fontes Pereira de Melo 41 pela ECS Capital à Deka Inmobilien por 125 milhões de euros.

Já o retalho registou a maior operação do trimestre e a segunda maior do ano, nomeadamente a compra pela Frey do Albufeira Retail Park e do AlgarveShopping por 179 milhões.

De acordo com a consultora, estão atualmente em várias fases de negociação transações no valor de cerca de 1.300 milhões de euros, que pode elevar o volume total investido este ano para valores acima dos 3.000 milhões de euros registados no ano passado.

Andreia Almeida, diretora de research da C&W, comenta que «a maior robustez da economia e os valores de mercado praticados têm contribuído para a atratividade do mercado imobiliário, o qual, apesar de ser ainda claramente dominado pela procura internacional, tem vindo a verificar um incremento do capital nacional. Para 2020, antecipa-se uma manutenção da evolução positiva do mercado, embora a níveis mais moderados face aos últimos anos».