Negócios

Investidor internacional compra fundo dono de ativos da Herdade da Aroeira

Ana Tavares |
Investidor internacional compra fundo dono de ativos da Herdade da Aroeira

Em representação de um investidor internacional, a Norfin liderou a aquisição de 100% das unidades de participação de um Fundo Especial de Investimento Imobiliário fechado que detém ativos localizados na Herdade da Aroeira, em Setúbal.

Em comunicado, a Norfin explica que os terrenos em causa perfazem um total de 102.256 metros quadrados, e vão dar origem a um novo projeto turístico e residencial. Têm projeto de construção de 29.000 metros quadrados acima do solo, incluindo 247 unidades, 210 das quais para uso turístico e 37 para uso residencial, incluindo um aparthotel de 150 unidades com amenities como restaurante, bar, spa, ginásio, entre outras.

O negócio inclui os dois campos de golfe existentes, de 18 buracos cada, driving range, Club House com restaurantes, Kids Club ou espaço comercial, atualmente em funcionamento.

Além do fundo e respetivos ativos, foi também adquirida a 100% a entidade que opera os campos de golfe.

Club House, Herdade da Aroeira
Club House, Herdade da Aroeira

A Norfin liderou o processo de compra durante um período de 2 meses, desde a due diligence até ao fecho. Richard Roberts, Principal, Head of Origination and M&A da Arrow Global, comenta em comunicado que «esta transação é estratégica para a Norfin e para o Grupo Arrow Global, na medida em que estamos a expandir a área de Hospitality em Portugal, onde já se encontram Vilamoura e a Details Hotels & Resorts, que foi adquirida na segunda metade no ano passado».

O responsável completa que «tanto a Norfin como as restantes plataformas de gestão de ativos e servicing do grupo em Portugal estão bem posicionadas para identificar, lidar e gerir ativos de elevada qualidade com muita procura por parte dos investidores».

Para André David Nunes, CIO da Norfin, «a Herdade da Aroeira é, pelas condições que apresenta, assim como pela sua localização – a cerca de 25 minutos de Lisboa e a cinco minutos das praias de Fonte da Telha e Costa da Caparica, um espaço único para se residir, mas também para se desenvolver infraestruturas ligadas ao turismo. Estamos muito satisfeitos por assumirmos a gestão deste fundo que se enquadra com a qualidade dos ativos que a Norfin tem gerido ao longo de quase 24 anos», conclui.

Neste negócio, a Norfin e o investidor contaram com a assessoria da PLMJ (legal), Deloitte (fiscal e financeira), CBRE/Neoturis/ (comercial) e Engexpor (técnica).