Retalho

Grupo Os Mosqueteiros inaugura investimentos de 25.3 milhões em outubro

Susana Correia |
Grupo Os Mosqueteiros inaugura investimentos de 25.3 milhões em outubro

Com estas inaugurações, o grupo eleva para 331 o número de superfícies comerciais detidas em Portugal, contribuindo ainda para a criação de 265 novos postos de trabalho. A norte, Arcozelo, Barcelos, nos distritos do Porto e Braga, vão receber lojas Intermarché e Bricomarché, com esta última insígnia a chegar também a Ponte de Lima. A sul, no concelho de Sesimbra, será a vez de o Intermarché abrir portas na localidade de Fernão Ferro.

«Estamos a conseguir cumprir as metas que estipulámos, o que nos dá confiança e motivação para continuar a trabalhar para os portugueses», afirma Laurent Boutbien, presidente do Grupo Os Mosqueteiros.

Em nota comunicado, o grupo retalhista confirma que «as novas aberturas seguem o plano estratégico delineado pelo Grupo para as três insígnias». Desde o início de 2020, foram já inauguradas lojas Intermarché em Samora Correia, Armamar, Alcanede e na Quinta da Piedade, às quais se somam outras duas lojas Bricomarché, em Tondela e Fafe.

No total, o grupo Os Mosqueteiros traçou como meta para 2020 a abertura de cerca de 19 novos pontos de venda, num investimento global de 68 milhões e que representam a criação de 500 novos postos de trabalho.

Criado em França há mais de 40 anos, o grupo Os Mosqueteiros opera em cinco países europeus, entre os quais Portugal onde está presente há 29 anos. Assume-se como «um dos maiores grupos da distribuição mundial multi-insígnia», atuando «com um posicionamento muito particular» uma vez que a «a sua gestão global é partilhada pelo conjunto dos proprietários de cada uma das lojas em cada país».

Atualmente, o grupo conta com mais de 263 empresários independentes só no mercado português.