Fundos

Fundos imobiliários gerem menos €4,7M em setembro

Ana Tavares |
Fundos imobiliários gerem menos €4,7M em setembro

Segundo os números da CMVM, o montante investido nos fundos de investimento imobiliário (FII) subiu 0,4% para um total de 7.685,4 milhões de euros. Pelo contrário, o valor desceu 1,4% no caso dos fundos especiais de investimento imobiliário (FEII), para os 2.387,3 milhões de euros. O montante gerido pelos fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) desceu 0,6% para os 345,5 milhões de euros.

Os países da União Europeia foram o destino da totalidade do investimento feito nestes ativos imobiliários. 47,3% da carteira dos FII e FEII abertos foi aplicada em imóveis do setor dos serviços, enquanto que os FUNGEPI se concentraram sobretudo no setor do comércio, que representa 65,7% do total.

No mês em questão, a Interfundos, a Square AM e a Caixa Gestão de Ativos detinham as quotas de mercado mais elevadas.

A CMVM destaca ainda que foram liquidados os fundos "Imocrescrente – Fundo de Investimento Imobiliário Fechado" e "Imoprime – Fundo de Investimento Imobiliário Fechado", geridos pela Gesfimo - Espírito Santo Irmãos, Sociedade Gestora de Organismos de Investimento Coletivo, SA., e o fundo "Orey Reabilitação Urbana - Fundo de Investimento Imobiliário Fechado", gerido pela GNB Real Estate – Sociedade Gestora de Organismos de Investimento Coletivo S.A..

Nota ainda para a gestão do "Capital Real I – Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado", que passou da Insula Capital - Sociedade Gestora de Organismos de Investimento Coletivo, SA para a LYNX Asset Managers - Sociedade Gestora de Organismos de Investimento Coletivo, SA..