Construção

DST constrói novo edifício da sede da EDP

Ana Tavares |
DST constrói novo edifício da sede da EDP

O projeto é desenhado por Alejandro Aravena, em colaboração com Carrilho da Graça. Este edifício fará parte do complexo da sede, e prevê a construção de 2 torres, nascente e poente, interligadas na cave. Terá uma área bruta de construção de 23.800 m², e uma área útil para serviços de 11.400 m², além de 4 pisos de estacionamento com 257 lugares, dos quais 97 públicos.

Quando concluído, vai albergar 800 colaboradores da EDP agora situados noutros espaços de Lisboa, que poderão usufruir de serviços como ginásio, esplanada, sala de conferências e cobertura.

Os trabalhos de construção já arrancaram com as demolições dos edifícios existentes no local e a execução da contenção periférica da obra. A data de conclusão da obra está prevista para o primeiro semestre de 2022.

Nesta empreitada participam diversas empresas e departamentos do dstgroup, nomeadamente bysteel, dte, tbetão, tgeotecnia em parceria com a empresa BIM+, cuja capacidade produtiva interna permitirá que todo o projeto seja preparado e modelado em BIM, uma metodologia transversal às várias empresas daquele grupo empresarial.

José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do dstgroup, considera que «a conquista desta empreitada, para além de valorizar o portfólio do grupo com uma obra emblemática que será um marco na paisagem urbana da capital, trouxe um apport extra de incentivo junto das equipas que estarão diretamente envolvidas na execução da nova sede da EDP. Teremos várias empresas e equipas mobilizadas em torno desta obra comprometidos em dar o seu melhor ao serviço deste projeto assinado pelo reconhecido arquiteto Alejandro Aravena, em colaboração com o arquiteto Carrilho da Graça».