Lisboa

C&W vende novo Stay Hotel Lisboa Aeroporto a investidor português

Susana Correia |
C&W vende novo Stay Hotel Lisboa Aeroporto a investidor português

«A conclusão desta operação é um sinal bastante positivo para o mercado de investimento, em particular para a classe de ativos de hotelaria, materializando assim a confiança que os investidores têm demonstrado ao longo dos últimos meses em relação ao setor», comenta Gonçalo Garcia, Diretor de Hospitality da Cushman & Wakefield. Além disso, acrescenta, «tem a particularidade de ser um negócio 4100% português, nas vertentes vendedor-ocupante-comprador.».

Atuando em representação do vendedor, a Cushman & Wakefield apoiou a estruturação do processo de colocação e procura de investidor, sob o pressuposto de um modelo de arrendamento de longa duração. A operação foi finalizada com um family office português, que assinala a sua entrada no setor do turismo com a aquisição deste ativo.

Localizado na zona oriental da cidade, a nova unidade três estrelas conta com 84 quartos e foi alvo de uma promoção chave na mão, desenvolvida à medida dos requisitos de marca daquele operador português e com as valências e serviços de um hotel de aeroporto. A obra, a cargo da DST SA – Engenharia & Construções, decorreu dentro do planeamento inicialmente previsto, mesmo apesar do contexto de confinamento.

Estando atualmente a decorrer os trabalhos preparativos para a sua pré-abertura, o hotel enquadra-se dentro do plano de expansão da marca Just Stay Hotels, conforme a Vida Imobiliária já tinha avançado, que assim reforça a sua presença na cidade de Lisboa.  Esta é, aliás, a segunda unidade da marca em Lisboa com abertura prevista para 2020, depois de ter aberto portas no início do ano ao seu Stay Hotels Lisboa Chiado.

Mais a norte, para este ano está ainda prevista a inauguração de outro hotel junto ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, num modelo de negócio idêntico ao de Lisboa, isto é, com a construção a cargo do proprietário do imóvel.

 

 

 

Este último, é a mais recente abertura da marca no país, a sua 9ª em território nacional. O Stay Hotel Lisboa Chiado Centro abriu no início deste ano, resultado de um investimento de 2,5 milhões de euros, e da reabilitação de um edifício histórico situado na rua do Crucifixo. Tem um total de 38 quartos.

Todas as unidades abrem com o selo Clean & Safe do Turismo de Portugal, que garante que todas as unidades seguem as orientações de higiene e segurança da DGS e um protocolo interno desenvolvido para o efeito.

«O bem-estar e a segurança dos nossos clientes sempre foi uma prioridade para a Stay Hotels. Nesta retoma de atividade, queremos continuar a assegurar experiências memoráveis, em segurança, e com a qualidade de serviço a que sempre nos propusemos. Para tal, trabalhámos numa série de medidas que tornam agora os nossos hotéis em locais seguros para estar, onde os nossos hóspedes partem sempre com vontade de regressar», comenta Jorge Bastos, um dos administradores da Stay Hotels, citado pela Publituris Hotelaria.