Lisboa

CML aprecia proposta da Fidelidade para a antiga Feira Popular

Ana Tavares |
CML aprecia proposta da Fidelidade para a antiga Feira Popular

O projeto de arquitetura é assinado por Eduardo Souto de Moura e Álvaro Siza Vieira. Incide sobre três parcelas com uma área total de 27 hectares, dos quais 2,5 serão zonas verdes. Este primeiro esboço deverá contemplar a construção de, pelo menos, 5 edifícios, mas não permite ainda perceber se vai corresponder às primeiras projeções, segundo nota o Eco, que se baseia em informação cedida pelo vereador do PSD, João Pedro Costa.

De acordo com o jornal, este masterplan será votado pelos vereadores da autarquia na próxima semana.

De recordar que a Fidelidade adquiriu os terrenos em hasta pública em dezembro de 2018 por 273,9 milhões de euros. Este projeto inclui componente de escritórios, comércio, serviços e habitação, incluindo a preços acessíveis.

Em março deste ano, a CML anunciou a construção de cerca de 500 habitações acessíveis, na sequência da aprovação das alterações ao loteamento situado entre as avenidas das Forças Armadas e Álvaro Pais. O empreendimento “Praça de Entrecampos” inclui a criação de novos equipamentos, como uma sala de estudo ou um novo estacionamento.

 

 

Foto: Eco