Cascais quer investir €6M no forte de Salazar

Ana Tavares |
Cascais quer investir €6M no forte de Salazar

A ideia da autarquia é criar um novo espaço para promover o mar e a língua ao longo dos próximos anos, através da reabilitação deste imóvel. Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, avançou o plano de reabilitação do forte ao DN, explicando que a câmara apresentou um projeto ao Estado, num investimento de 6 milhões de euros, tendo como contrapartida a utilização por 50 anos.

A CM de Cascais aguarda agora resposta do Executivo sobre o projeto camarário. Carlos Carreiras afirma que «aguardamos que nos digam se aceitam ou não, ou se têm alguma sugestão».

O Forte Velho de Santo António da Barra foi colocado na lista de imóveis a serem vendidos ao abrigo da Lei das Infraestruturas Militares, pois o atual protocolo de cedência à câmara de Cascais tem validade anual – mas o Ministério da Defesa esclareceu que não está à venda, e que a lei em causa prevê várias fórmulas de rentabilização do património do Estado sem uso militar, como o arrendamento, cedência ou permutas, entre outros, escreve o DN.