Empresas

Broadway Malyan adquire WILL+Partners em Londres

Felipe Ribeiro |
Broadway Malyan adquire WILL+Partners em Londres
BM Ageas Lisboa

A Broadway Malyan adquiriu a WILL+Partners e a sua afiliada de arquitetura DC3, uma empresa britânica especializada em design de escritórios e espaços de trabalho, para expandir a sua atividade nesta área de negócio.

Esta fusão não só vai ter impacto no mercado do Reino, mas também revela-se uma oportunidade de criar sinergias com outros estúdios da multinacional de arquitetura, urbanismo e design, como é o caso do mercado português, onde esta área de negócio tem vindo a crescer de forma assinalável.

Ian Apsley, Group Managing Director da Broadway Malyan, indica que «o principal objetivo desta fusão com a WILL+Partners é a expandir a oferta de serviços da Broadway Malyan na área de escritórios. Estamos a trabalhar em vários projetos de interiores corporativos de alto padrão em toda a Europa, Índia e Sudeste Asiático, e a oferta combinada das nossas empresas vai ajudar a consolidar a oferta da Broadway Malyan no Reino Unido».

O portfólio da Broadway Malyan em Portugal inclui, entre muitos outros projetos, dois dos edifícios a nascer no inovador campus de escritórios EXEO, no Parque das Nações, e o multipremiado Porto Office Park, no Porto. Recentemente, a multinacional de arquitetura concluiu as novas sedes do grupo AGEAS em Lisboa e Porto, cujo design reflete as últimas tendências a nível dos novos modelos de trabalho, inovação e sustentabilidade.

BM Ageas Porto
BM Ageas Porto

Assim sendo, as duas empresas adquiridas vão juntar-se à equipa da Broadway Malyan sedeada em Waterloo, na capital inglesa. A equipa de 12 pessoas da WILL+Partners vai liderar a divisão de design de escritórios da Broadway Malyan no Reino Unido. Os diretores da DC3, John Drew e Therese Bak, vão juntar-se à Broadway Malyan. William Poole-Wilson, fundador e diretor geral da WILL+Partners, vai integrar o conselho de administração da Broadway Malyan.

Stuart Rough, Chairman da Broadway Malyan e o qual está sedeado em Lisboa, refere que «nos últimos anos, temos trabalhado mais esta área nos mercados fora do Reino Unido. Juntar a WILL+Partners à nossa equipa vai ajudar-nos a alterar esta situação. Esta é uma ocasião excelente para fortalecermos a nossa capacidade nesta área, pois, globalmente, as empresas estão a rever os seus requisitos para os espaços de trabalho, devido aos novos padrões de trabalho que a pandemia veio consolidar».

A Broadway Malyan expande e diversifica assim os setores e os clientes que serve a partir do estúdio de Londres. Poole-Wilson considera que «esta operação leva a WILL+Partners dez anos para o futuro. Além disso, será muito divertido. Sempre admirei o trabalho da Broadway Malyan e agora esta fusão vai permitir-nos ter um papel-chave nesse trabalho, e crescer no Reino Unido, Irlanda e, posteriormente, no resto da Europa. Há claras sinergias em termos dos clientes empresariais que podem ser capitalizadas, especialmente nesta área de serviços profissionais».

De referir que a WILL+Partners vai continuar a operar sob a sua marca.