Banco Mundial e Reino Unido apoiam reconstrução de estradas de Moçambique

Ana Tavares |
Banco Mundial e Reino Unido apoiam reconstrução de estradas de Moçambique

As obras terão um custo estiado de 170,5 milhões de dólares, segundo avançou o ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos. Vão incidir sobre 190km de vias danificadas durante as cheias entre 2012 e 2013.

O Governo de Moçambique vai contribuir com 42,5 milhões de dólares, enquanto que o Banco Mundial e o DFID contribuem com 113 e 15 milhões, respectivamente, avança a Macauhub. Estas verbas dizem respeito à 2ª fase de reconstrução, que deverá começar já em Fevereiro, e durar 18 meses.