APPII

AICEP e CCIP lançam guia para «atrair investimento estrangeiro a Portugal»

Vanessa Sousa |
AICEP e CCIP lançam guia para «atrair investimento estrangeiro a Portugal»

Esta é uma iniciativa contou também com a participação da Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários (APPII), da consultora JLL e da sociedade de advogados Morais Leitão, e surge agora «como uma ferramenta essencial de relançamento da economia nacional e, em especial, como dínamo de atração de investimento imobiliário estrangeiro em Portugal», lê-se na nota enviada esta quinta-feira.

Apesar da incerteza gerada pela atual conjuntura, Bruno Bobone, presidente da CCIP, acredita que «a estabilidade política, económica, social, os fatores sociodemográficos, a situação geográfica e os preços acessíveis continuam a fazer de Portugal um destino único de investimento na Europa. A crise gerada pela pandemia será global e os seus efeitos imprevisíveis. Mas as características inerentes ao nosso país permitirão que este continue a ser um destino de eleição para pessoas ou para empresas que queiram sediar cá os seus negócios».

Sobre este ponto, Luís Castro Henriques, presidente da AICEP, sublinha ainda que «Portugal tem estado no radar dos investidores nos últimos anos e o imobiliário tem sido um fator relevante para fortalecer a imagem de Portugal como destino favorável ao investimento. A visibilidade internacional do imobiliário ajuda a potenciar a atração de outras atividades económicas, tanto a nível industrial como nos serviços. Por isso, o guia Real Estate Investors Roadmap será uma boa ferramenta para complementar e fomentar o trabalho diário de angariação de investimento desenvolvido pela AICEP», acredita.

Este é o momento de pensar a recuperação e nesse aspeto, Hugo Santos Ferreira, Executive VP da APPII, acredita «que a captação de investimento assume uma necessidade acrescida» para que o mercado imobiliário português assuma, mais uma vez, «a função de “motor” do regresso ao crescimento do nosso país, com a captação anual de significativos montantes de investimento estrangeiro».

O “Real Estate Investors Roadmap” está disponível para consulta AQUI.