Preços das centralidades não vão ultrapassar os $40.000

Ana Tavares |
Preços das centralidades não vão ultrapassar os $40.000

Segundo Ana Paula de Carvalho, ministra do Ordenamento do Território e Habitação, este poderá ser o valor máximo a pagar por uma habitação no âmbito da Política Nacional de Habitação do país, actualmente em revisão. O Governo está também a estudar uma redução da área de cada fogo para não passar dos actuais 100 metros quadrados.

A governante falava esta semana à imprensa angolana à margem do IV Conselho Consultivo do sector da habitação, referindo que a Política Nacional de Habitação vai «privilegiar a habitação social, definindo a área para execução das obras, tipo de material e uma meta de valores que devem custar aos cofres do Estado angolano», cita O País.

O preço máximo actual de uma casa social nas novas centralidades angolanas é de 44.518 dólares.