Habitação em licenciamento em Lisboa cresce 60%

Ana Tavares |
Habitação em licenciamento em Lisboa cresce 60%

 

Segundo a análise da Confidencial Imobiliário no âmbito do sistema de Pipeline Imobiliário, estas habitações estão integradas num total de 412 projetos habitacionais, mais 27% em comparação com 2016.

Os 10 maiores projetos submetidos a licenciamento em 2017 em Lisboa concentram 758 fogos, situados em 8 freguesias distintas. Arroios, Belém, Marvila, Misericórdia, Olivais, Santa Clara e São Vicente acolhem, cada uma, apenas um destes novos edifícios residenciais, incluindo o maior que se encontra em pipeline no concelho, com 13.000 m2. Apenas Santo António tem mais do que um destes projetos, num total de 3 de grande dimensão.

A maior parte destes grandes projetos dizem respeito a construção nova (70% do número de edifícios), predominando a tipologia T2 e T1, pesando 1/3 no stock de fogos distribuídos por estes dez projetos, cada.

Os dados de pipeline são apurados pela Confidencial Imobiliário no âmbito da análise e tratamento dos pré-certificados energéticos emitidos pela ADENE, os quais têm de, obrigatoriamente, integrar os processos de licenciamento municipal de obras. Importa referir que estes dados não consideram pequenas obras de reabilitação para as quais se dispensa a emissão de pré-certificados energéticos.