Fundo britânico promove projeto de €100M na Alta de Lisboa

Ana Tavares |
Fundo britânico promove projeto de €100M na Alta de Lisboa

Trata-se de um projeto antigo, que depois da falência do promotor durante a crise, ficou nas mãos do Millennium bcp, e foi depois comprado pelo fundo de um investidor britânico, segundo avança o Expresso esta semana.

O condomínio está a ser desenvolvido pela DDM – Decade Development Management, e vai surgir junto aos jardins do Parque Oeste, recuperando a construção iniciada no projeto inicial, mantendo a arquitetura inicialmente prevista. A construção do primeiro de dois lotes, com 108 apartamentos e 8 pisos acima do solo, deverá arrancar já no próximo mês de setembro.

Rui Martins, diretor da Chave Nova, empresa responsável pela comercialização do empreendimento, explica que já estão concluídas as fundações, caves e garagens, «e estão a 100%, segundo todos os testes de estrutura realizados pelos institutos responsáveis». Já a arquitetura está «perfeitamente enquadrada no plano de pormenor existente para a Alta de Lisboa».

Os preços do Hera Residences variam entre os 210.000 euros, no caso de um T1, e os 800.000 euros, no caso de um T4. «É um projeto de habitação dirigido aos portugueses, principalmente jovens em início de construção de vida que não conseguem chegar aos preços que atualmente se praticam em Lisboa», explica o mesmo responsável, citado pelo Idealista.  

 

 

 

Foto: Expresso