Predibisa fechou negócios no valor de 180 milhões em 2018

Susana Correia |
Predibisa fechou negócios no valor de 180 milhões em 2018

Em comunicado, a empresa liderada por João Nuno Magalhães, refere que «nos últimos anos, os movimentos de negócios da Predibisa cresceram expressivamente», com o diretor-geral a salientar que este crescimento «tem uma relação direta com o crescimento e a modernização do Grande Porto».

Especializada no mercado do norte do país, e não obstante o bom momento transversal a todas as suas áreas de atividade, da reabilitação a capital markets; em 2018 a consultora destaca o contributo da área de escritórios, tendo participado na colocação de mais de 42.605 m² no Grande Porto – um valor inédito na história da Predibisa.

De olhos postos no futuro, este ano também se prevê favorável para a atividade da Predibisa. «As nossas projeções para 2019 são otimistas. Acreditamos que o turismo continue a alavancar o alojamento local e a hotelaria, a par do forte incremento em projetos de reabilitação, bem como o aumento do número de estudantes estrangeiros, que fomenta o mercado de residências de estudantes. Este último deverá impulsionar uma intensa atividade de investimento no mercado imobiliário do Porto. Não obstante, a procura de escritórios na região deverá manter os níveis de absorção inéditos de 2018 e será outra das tendências fortes do ano», conclui João Nuno Magalhães.