Arrendamento

Rendas acessíveis ainda não chegaram às imobiliárias

Ana Tavares |
Rendas acessíveis ainda não chegaram às imobiliárias

Três meses depois da assinatura do protocolo entre o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana e várias plataformas (como a Century 21, Remax, Era, Imovirtual ou Olx) para a publicação de imóveis com rendas acessíveis nos respetivos sites, ainda não há anúncios online.  

De acordo com o Ministério das Infraestruturas e Habitação, o atraso deve-se à pandemia da Covid-19: «os trabalhos estão a prosseguir, embora tenham tido alguma delonga motivada pelo atual estado de emergência que colocou desafios e limitações à celeridade e capacidade de resposta por parte das diversas entidades envolvidas», explicou fonte oficial do ministério ao Eco. No entanto, algumas destas imobiliárias assumem-se preparadas para o fazer.

O PAA entrou em vigor em julho do ano passado. Os imóveis incluídos neste programa devem apresentar preços 20% abaixo dos valores de mercado e, em compensação, os proprietários usufruem de benefícios fiscais.

Até janeiro, tinham sido assinados apenas 117 contratos, e colocados 392 imóveis no portal, que comparam com as 6.315 candidaturas.