Arrendamento

Matos Fernandes: Arrendamento “vai emergir no centro das cidades”

Ana Tavares |
Matos Fernandes: Arrendamento “vai emergir no centro das cidades”

De acordo com o ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, os preços das rendas em Lisboa já se começam a ajustar às novas circunstâncias. E é de esperar uma alteração na configuração dos centros urbanos, avança ao Público.

«Já aparece hoje, sobretudo em Lisboa, alguma oferta de casas para arrendamento com preços que não têm nada que ver com o que era há dois ou três meses», atesta o Governante. E está convencido de que «o mercado de arrendamento de longa duração vai mesmo emergir no centro das cidades e com isso vamos ter centros históricos muito mais vivos e menos deslocações», cita o Eco.

O ministério já apresentou um plano de investimentos que destina 2.000 milhões de euros para projetos públicos e 350 milhões para apoios públicos a projetos privados, no âmbito do relançamento da economia.