Iberian Property

“Este é um bom momento para os players oportunistas”

Ana Tavares |
“Este é um bom momento para os players oportunistas”

Esta é a opinião de Juan Velayos, Managing Director na Alantra, que no âmbito da nova rubrica Iberian Property Investment Talks, explicou ainda que «os players oportunistas serão mais ativos e flexíveis pois não sabem até quando este momento vai durar, pelo que deverão procurar onde se podem posicionar».

Por outro lado, este também pode ser um bom momento para os core players. «Se estiverem convencidos dos vetores fundamentais do mercado de longo prazo, os core players também deverão continuar ativos no mercado», salienta Juan Velayos, que no geral acredita que «este deverá ser um bom momento para os investidores de longo prazo».

 

Recuperação da economia poderá levar anos

Apesar de «ninguém saber exatamente o que vem a seguir», Juan Velayos prevê «vamos perder muitos trabalhos e muitas empresas nos próximos meses». E apesar de termos alguns meses difíceis pela frente, acredita que «deveremos sair desta situação brevemente».

Para o Managing Director da Alantra, a economia deverá levar alguns trimestres até estabilizar e «alguns anos para recuperar os valores fixados antes da crise». E vai mais longe especificando: «dois ou talvez três anos». Mas sublinha que tudo depende de quanto tempo esta situação durar.

 

“Qual será o impacto da crise na procura?”

Sobre o cenário futuro, Juan Velayos tem mais perguntas do que respostas. Considera que «ainda é muito cedo para tirar conclusões sobre o que vai mudar daqui para a frente. Mas uma coisa é certa, sabemos que irá mudar. O imobiliário vai mudar assim como os outros setores».

Os desafios surgirão e os investidores terão de estar preparados para isso. Agora é importante perceber: «qual será o impacto na procura, na oferta, nos custos? Como é que estes fatores vão mudar?». 

Todos os setores deverão evoluir e readaptar-se a uma nova realidade. «As Senior homes vão sofrer disrupção?  Sim, com certeza. As distâncias mínimas requeridas nos escritórios vão impactar? Sim! Homework será diferente? Sim». Estas são algumas questões que, segundo Juan Velayos, os proprietários terão de enfrentar nos próximos meses. Mas o importante será tentar perceber o que será diferente ou como vão impactar estas mudanças nos setores.

Para o futuro, o Managing Director da Alantra diz-se «otimista», assegurando que a chave está em «olhar para os aspetos fundamentais dos setores». Mas, alerta, que «temos de ser prudentes porque não conhecemos o futuro».