Valor médio de avaliação bancária sobe para os 1.167 euros

Ana Tavares |
Valor médio de avaliação bancária sobe para os 1.167 euros

 

A subida foi de 8 euros no caso das moradias, para os 1.077 euros/m², e de 5 euros no caso dos apartamentos, que se fixaram nos 1.218 euros/m². As maiores subidas registaram-se nos Açores e no Norte, com subidas de 2,5% e 1%, respetivamente.

Por oposição, a Área Metropolitana de Lisboa, o Alentejo e a Madeira registaram descidas mensais de 0,1%, 0,8% e 0,2%, respetivamente. Ainda assim, a Área Metropolitana de Lisboa, a Madeira, e também o Algarve registaram valores de avaliação superiores à média nacional, 22%, 25% e 9% acima do registado para o total do país.

Por outro lado, face a março de 2017, a avaliação bancária de apartamentos e moradias cresceu 5,5% e 5%, respetivamente, sendo que a maior taxa de variação homóloga se verificou no Norte (7,8%) e a menor no Alentejo (2,5%).