Portugal na mira do novo fundo da Catella

Susana Correia |
Portugal na mira do novo fundo da Catella

A informação foi avançada pela sociedade gestora alemã, que sublinha a importância deste veículo para expansão e diversificação da sua carteira de investimentos, que passa a abranger uma nova classe de ativos.

Com um capital inicial de 200 milhões de euros, o Catella Parken Fund irá direcionarpelo menos 70% do volume de investimento para os mercados core da Europa Central, reservando uma fatia de até 30% para outros países europeus, nomeadamente Portugal, República Checa e Polónia. O fundo dirige-se exclusivamente a investidores institucionais e semiprofissionais, sendo cinco milhões de euros o valor mínimo de subscrição.

Henrik Filibeck, Managing Director da Catella Real Estate, explica que “o Catella Parken Fund irá também contribuir para reforçar significativamente o nosso posicionamento enquanto fornecedor de fundos de investimento abertos para nichos de mercado. Juntamente com a experiência do nosso parceiro, ambicionamos criar uma carteira bastante diversificada de parques de estacionamento lucrativos distribuídos por toda a Europa, oferecendo aos nossos investidores um perfil balanceado de prémio de risco”.

O estacionamento enquanto classe de ativos de investimento imobiliários é ainda muito frequentemente subestimada, embora os parques de estacionamento devolvam um retorno inicial médio mais elevado que os imóveis de escritórios ou de retalho. No que toca à dimensão dos ativos individuais que procuramos para este nosso fundo, o valor mínimo é de cinco milhões de euros”, acrescenta o mesmo responsável.

A holandesa Orange Investment Managers é a parceira escolhida pela Catella para a assessorar na selecção dos ativos a integrar o fundo. Especializada na aquisição e gestão de parques de estacionamento por toda a Europa, esta empresa é liderada por dois partners com mais de 25 anos de experiência neste segmento de investimento e que já foram responsáveis pela aquisição mais de 800 milhões de euros em parques de estacionamento por toda a Europa.

O estacionamento tem vindo a amadurecer, tornando-se numa classe alternativa de investimento bem estabelecida nos últimos anos. Hoje, existem cerca de 48.000 parques de estacionamento nos 28 estados membros da União Europeia e espera-se que este mercado cresça ainda mais nos próximos anos, uma vez que o car sharing, os carros elétricos e a condução altamente automatizada irão contribuir para o aumento da procura por espaços de estacionamento pagos. Desta forma, o espaço de parqueamento surge cada vez mais como um prémio, sobretudo nos centros das cidades, nos aeroportos e à volta dos hospitais, ao mesmo tempo que os preços cobrados para estacionar estão a aumentar de forma significativamente mais rápida que a taxa de inflação. A que se se junta ainda o facto que os arrendamentos longos significam que os parques beneficiam de níveis baixos de volatilidade e um rendimento estável”, remataThomas Beyerle, Head of Group Research na Catella.