Merlin deverá começar a cotizar em Portugal já este ano

Vanessa Sousa |
Merlin deverá começar a cotizar em Portugal já este ano

Deste modo, a Socimi espanhola deverá optar pelo regime de dupla cotização já que vai começar a emitir ações em duas bolsas em simultâneo: na de Madrid e na de Lisboa. Com esta estratégia, a empresa procura não só atrair investidores portugueses como também aceder ao Euronext, de acordo com a informação avançada pelo jornal espanhol Expansión esta segunda-feira.

«Provavelmente optaremos por uma dupla cotização porque agrupar as nossas atividades todas numa SIGI (Sociedade de Investimento e Gestão Imobiliária) [um regime que equivale a um REIT português] parece bastante complicado. Gostaríamos que fosse este ano, mas não estamos preocupados se for no seguinte», refere o CEO de Merlin Properties Ismael Clemente ao mesmo jornal.

Este recente regime SIGI – que foi aprovado no passado dia 1 de fevereiro - «é semelhante à primeira regulação das Socimis em 2009», afirma o CEO da Socimi espanhola na mesma entrevista. Para o investidor, esta é «uma medida bem intencionada, mas que requere ainda uma interpretação quase bilateral que não gera muita segurança jurídica».

Realizar novas aquisições em Portugal é um dos quatro eixos do mais recente plano de ação definido pela empresa. Os futuros investimentos em território luso serão realizados, sobretudo, no setor logístico e deverão seguir critérios bem definidos. No curto prazo, a empresa não espera realizar aquisições de grande dimensão, «a não ser que surja uma clara oportunidade», assegura Ismael Clemente.

Implementar a tecnologia mais recente nos seus ativos; transformar qualitativamente alguns edifícios de escritórios e centros comerciais; e desenvolver novos armazéns logísticos são os outros três eixos de ação da empresa. Só para implementar este plano, Merlin Properties prevê investir 1.000 milhões de euros.

 

 

Foto: Joaquim Manços