CBRE e JLL comercializam escritórios do AP111

Ana Tavares |
CBRE e JLL comercializam escritórios do AP111

 

Está em comercialização este imóvel da Ribemon Partners, que será alvo de uma profunda reabilitação interior, para que se adapte aos requisitos dos escritórios modernos da atualidade. Interior e exterior serão intervencionados.

As duas consultoras têm como principal objetivo garantir a ocupação da totalidade da área de mais de 4.500 m² por uma única empresa.

António Almeida Ribeiro, consultor de Advisory & Transaction Services da CBRE, comenta que «um edifício com praticamente 5.000 m² de escritórios totalmente reabilitado e no centro da cidade é, nos dias que correm, uma oportunidade única». Explica que «aliada a esta reabilitação, cujos pilares foram a eficiência e a eficácia, uma área média por piso superior a 800 m² conferem ao AP111 uma qualidade ímpar na zona onde se insere. A proximidade do metro e a panóplia de comércio e serviços na sua envolvente são outros dois aspetos que contribuem para tornar este ativo, que foi em tempos um edifício classificado, extremamente apetecível».

Por outro lado, de acordo com Mariana Rosa, diretora de Office Agency da JLL, «a remodelação do edifício vai torná-lo num espaço de escritórios único em Lisboa, ideal para sede de uma empresa média, ou, no limite, duas de menor dimensão, que pretendam uma localização central, mas que não tenham necessariamente de estar nos eixos empresariais de maior visibilidade. Face a estes atributos e a um mercado onde não existem praticamente áreas de grande dimensão disponíveis para ocupação imediata, a procura por este edifício deverá ser bastante animada e o ritmo de comercialização deverá ser muito interessante».