Bairro Padre Cruz é reabilitado

Ana Tavares |
Bairro Padre Cruz é reabilitado

 

A empreitada consiste na reabilitação e construção e 48 fogos, a executar no prazo de 1 ano. O projeto é da autoria do gabinete de arquitetura da autarquia, e prevê um edifício de 6 pisos.

O edifício terá um plano de acessibilidades complexo, com recurso a rampas que aproveitam o desnível do terreno e evitam elevadores. As habitações mais pequenas, destinadas aos mais velhos (T1), situam-se no primeiro piso, mais acessível, e as das famílias mais jovens (T3) situam-se nos dois últimos pisos em duplex. T2 e T4 estão distribuídos nos restantes pisos, que contam ainda com lojas e restauração no piso térreo.

As acessibilidades da zona também serão intervencionadas, como passeios, estacionamento, iluminação ou papeleiras e passagens de peões.

Para a Gabriel Couto, «devolver o território aos seus habitantes constituiu o verdadeiro desafio deste projeto de habitação social, destacando-se ainda a intenção e objetivo primordial de reforçar as relações de vizinhança e a relação das habitações com a sua envolvente».

Carlos Couto, CEO da construtora, nota que esta obra reforça o portfólio da empresa nesta área, «que se tem revelado de extrema importância para a reativação do setor da construção, uma vez que, têm sido vários os investimentos e projetos na área da reabilitação e requalificação urbanas».