Adiantamento de 12 meses de renda começa a ser mais comum

Ana Tavares |
Adiantamento de 12 meses de renda começa a ser mais comum

 

A mostra de capacidade financeira ou apresentação de fiador já não é suficiente em alguns casos, em que há dezenas de interessados no mesmo imóvel. As imobiliárias chegam a receber 70 ofertas por dia por apartamento.

Como escreve o DV, «as propostas são cada vez mais floreadas porque os candidatos a arrendamento sentem que não basta oferecer o que é pedido, é necessário reforçar a proposta», refere Nuno Gomes, da Remax Prestige. Explica que «enquanto no mercado de compra e venda, quando mediado por um profissional, o comprador não passa necessariamente pela escolha do dono da casa, no arrendamento o proprietário tem uma escolha a fazer, que sabemos que tanto se pode basear em questões raciais, nacionalidade, duração do contrato, como também com os plus oferecidos».

Marta C., mediadora na área de Lisboa, citada pela mesma fonte, aponta que «cada vez mais são oferecidos valores à cabeça que variam entre meio ano e um ano de renda». E não são só os estrangeiros que fazem este tipo de ofertas, também portugueses (aqueles que podem) tentam «passar a concorrência, mas também para mostrar a sua disponibilidade para ocupar o imóvel por vários meses, e atestar uma idoneidade financeira que, no caso dos estrangeiros, é fundamental quando não existe um histórico contributivo em Portugal».