Economist melhora previsões para a economia angolana

Ana Tavares |
Economist melhora previsões para a economia angolana

À data, a EIU previa que a contracção abrandasse para 1,9% já no próximo ano, antes de regressar a taxas positivas no ano seguinte e chegar a 2024, último ano do período em análise, a um crescimento de 6,2%.

No relatório agora divulgado, e citado pela Macauhub, a EIU mantém os anos de 2019 e 2020 como sendo de contracção económica, mas melhora em 60 pontos base as previsões para o próximo ano (-1,3%).

Entre 2021 e 2024 a economia de Angola deverá voltar ao crescimento, entre os 2,3% e os 3,2% até 2022, de 3,5% em 2023 e de 5,9% em 2024 – uma quebra de 30 pontos base no caso deste último ano da análise.

O relatório mostra que a inflação deverá aumentar para 22,4% no próximo ano. Só depois se seguirá um período de abrandamento, resultado da menor taxa de depreciação do kwanza. Os preços deverão crescer 12,6% ao ano entre 2021 e 2024.