Vendas a retalho descem 2,3% em dezembro

Ana Tavares |
Vendas a retalho descem 2,3% em dezembro

Este resultado representou a 5ª maior descida entre os países da União Europeia, que registou um recuo de 0,8% neste mês. Com piores resultados, nota para a Irlanda, Suécia, Reino Unido e Finlândia, com quebras de 2,7%, 2,7%, 2,8% e 3,2%, respetivamente.

No conjunto dos países da zona euro, a nota foi também negativa, de -0,3%, uma quebra justificada essencialmente com a quebra de 1,1% na venda de combustíveis e de 0,4% da venda de alimentos, bebidas e tabaco.

Contudo, a variação homóloga mostra crescimentos de 1,1% na zona euro e de 2,3% na União Europeia. Também Portugal cresceu face ao mesmo mês do ano passado, 3,8%.

Os maiores crescimentos foram registados no Luxemburgo, Eslovénia e Roménia, de 14,7%, 10,1% e 7,9%, e as descidas mais significativas na Finlândia, Alemanha, Dinamarca e Áustria, com -2,2%, -1,1%, -1% e -1%, respetivamente.