Vendas do retalho crescem 4,2%

Ana Tavares |
Vendas do retalho crescem 4,2%

 

Segundo o Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho, publicado pelo INE, esta variação refletiu a aceleração de 3,1% dos produtos alimentares, que mais que compensou a redução de 2% dos produtos não alimentares.

No último trimestre de 2018 as vendas subiram 4,6% em termos homólogos, e 2,4% face ao período anterior. No total do ano, o Índice cresceu 2,9%, menos 0,2% que em 2017.

No mês em análise, os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas ajustadas de efeitos de calendário, apresentaram crescimentos homólogos de 2,4%, 6,9% e 1,8%, respetivamente (2,1%, 5,9% e 1,7% em novembro, pela mesma ordem). Em termos de média anual, em 2018 o emprego, as remunerações e as horas trabalhadas (dados brutos) aumentaram, respetivamente, 2,8%, 5,6% e 1,1%, refletindo crescimentos menos intensos que no ano anterior (3,2%, 6,5% e 1,4%).