Negócios do retalho aumentam 39% até maio

Ana Tavares |
Negócios do retalho aumentam 39% até maio

De acordo com os números revelados pela Cushman & Wakefield, o comércio de rua continua a dominar, concentrando 71% das operações registadas neste período, por oposição aos 20% registados em centros comerciais. Este tipo de comércio ressurge como alternativa à expansão dos retalhistas e é também resultado de uma escassez de espaço disponível nos principais centros comerciais.

O setor dos Restaurantes & Cafés foi o mais dinâmico, representando 53% dos arrendamentos, logo seguido pela Moda e Lazer & Cultura, com 11% dos negócios observados, cada. É essencialmente o turismo que impulsiona o setor da restauração, segundo a consultora.

Nota ainda que, até maio, o índice de volume de negócios manteve um crescimento homólogo sustentado face a 2018, aumentando em média 5,6%.