Norte

Douro Suites abre novo 4 estrelas em maio

Ana Tavares |
Douro Suites abre novo 4 estrelas em maio

O grupo deverá abrir em maio próximo um novo hotel no antigo edifício do Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica, que está a ser reabilitado. A segunda unidade do grupo será focada no segmento corporate, e terá 28 quartos, piscina interior, spa, ginásio, jardim, biblioteca, business center, bar e lounge.

Cláudia Amaral, administradora do grupo, explica que «pretendemos dar resposta à elevada procura de espaços de qualidade que acompanhem o crescente investimento empresarial no concelho. O projeto traz nova vida ao emblemático edifício do antigo IDIT, inserido na área industrial Lusopark, espaço onde se estão a instalar empresas de grande dimensão, numa zona de fáceis acessos (A1 e A28) e próximo das principais zonas industriais do concelho».

Segundo a responsável, o investimento vai ascender aos 3 milhões de euros. Cerca de 1 milhão de euros dizem respeito a fundos próprios do grupo, avançados para a compra do edifício. O IFRRU 2020 financia o projeto com 1,925 milhões de euros.

Na calha, o grupo tem também um plano de ampliação de 1,2 milhões de euros do Douro Suites, que terá, já a partir desta primavera, 5 novas suites, algumas delas com piscina privada, a somar às 6 já existentes. O complexo terá também um novo espaço comum com piscina aquecida e spa, e espera ser classificado como hotel rural de 4 estrelas.

«A elevada aceitação deste projeto por um crescente mercado, português e estrangeiro, que procura espaços pequenos, desportos náuticos e serviços diferenciadores, levou a empresa a apostar na ampliação da sua oferta», comenta Cláudia Amaral ao Publituris Hotelaria.

 

Internacionalização com a Guiné Bissau

A Guiné Bissau também faz parte dos planos do grupo, e é por aí que vai começar o seu plano de internacionalização.

Na calha está um novo Eco Resort, cuja construção arranca ainda este ano. Segundo Cláudia Amaral, «a empresa está, neste momento, em processo de internacionalização tendo adquirido uma área de 36 hectares com 1,2 quilómetros de praia na Ilha Roxa, Guiné Bissau. Este projeto contará com uma forte componente social de formação de recursos humanos e disponibilização de cuidados de saúde às comunidades locais, em parceria com a empresa Medika Bissau. Neste espaço será construído um Eco Resort, integrado na comunidade, com os detalhes de personalidade que marcam os projetos do grupo».