Volume de negócios da Remax Collection aumenta 30%

Ana Tavares |
Volume de negócios da Remax Collection aumenta 30%

No total do ano, a imobiliária registou um total de 3.389 transações, num aumento de 43,1% face ao ano anterior.

Os apartamentos foram o tipo de imóvel mais procurado pelos investidores, representando 76% do volume de transações e 64% do volume de negócios. Dominaram os clientes portugueses, representando 61,7% dos imóveis Collection transacionados no ano passado, seguidos pelos clientes brasileiros, que dominaram a procura estrangeira com 8,7% do total, e pelos franceses, com 6,8%.

Grande parte dos imóveis Collection transacionados situam-se no distrito de Lisboa, nomeadamente em Oeiras ou Cascais.

Beatriz Rubio, CEO da Remax, comenta que «o ano de 2018 foi excelente para a Remax Collection e bastante representativo do crescimento sustentado deste segmento em Portugal. Os números não deixam qualquer dúvida sobre qual a marca que os investidores preferem quando procuram imóveis de luxo».

Para a CEO, «a relação entre a qualidade do nosso portfólio e a formação especializada dos agentes da Remax Collection tem justificado crescimentos de dois dígitos anualmente, que consolidam ainda mais a nossa liderança, também neste segmento. Os imóveis Collection representaram 2,3% dos imóveis gerais da rede Remax, valor acima dos cerca de 1,5% registados em 2017, justificado por um maior enfoque da marca neste segmento tão especial, como também o próprio crescimento do número de profissionais devidamente certificados e, consequente, maior número de angariações por eles realizadas», conclui.