Sonae Capital

Sonae Capital fecha trimestre com escrituras de €3,8M

Ana Tavares |
Sonae Capital fecha trimestre com escrituras de €3,8M

No primeiro trimestre, o volume de negócios consolidado da empresa ascendeu a 101,9 milhões de euros, três vezes mais que o registado no período homólogo do ano passado.

No que concerne a área imobiliária, atualmente a Sonae Capital detém um portfólio de ativos que somam mais de 300 milhões de euros, em vários estágios de desenvolvimento. A 31 de março, o portfólio ascendia a 318,3 milhões de euros, incluindo uma parcela avaliada pela Cushman & Wakefield no valor de 246,9 milhões de euros, e os ativos em posse do fundo WTC, cujo valor se situava, à data, nos 71,4 milhões de euros. Na mesma data, o capital empregue neste bloco de ativos imobiliários ascendia a 193,5 milhões.

A 31 de março, o Tróia Resort tinha 57 unidades disponíveis para venda, num total de 546. No primeiro trimestre do ano, foram realizadas 4 escrituras de unidades turísticas residenciais, correspondentes a 2 milhões de euros. O volume de negócios ascendeu a 2,4 milhões de euros. O CPCV da UNOP 3, assinado em 2018, no valor de 20 milhões de euros, não entra ainda nestes resultados.

Adicionalmente, a unidade “Outros Ativos Imobiliários” da Sonae Capital registou um volume de negócios de 3,1 milhões de euros no primeiro trimestre, mais que duplicando face a igual período do ano passado. Segundo a empresa, este valor inclui a remuneração dos ativos sob exploração, e o valor de escrituras realizadas, no montante global de 1,8 milhões de euros.

 

Hotelaria cresce até ao confinamento

O segmento hoteleiro da empresa registou resultados positivos no arranque do ano, até ao confinamento imposto pela pandemia, que levou ao encerramento dos hotéis a 15 de março.

No período analisado, o volume de negócios situou-se nos 2,3 milhões de euros, 23,8% abaixo do período homólogo. Mas, tendo em conta os resultados até fevereiro, o segmento estava a crescer 4% em volume de negócios e 9% no EBIT face a igual período do ano passado.

Atualmente, a Sonae Capital explora 6 unidades hoteleiras, três no Porto (Porto Palácio Hotel, The Artist e The House), duas na Península de Tróia (Aqualuz Tróia e Tróia Residence) e uma unidade na região do Algarve (Aqualuz Lagos). Está em desenvolvimento um novo hotel em Lisboa, na estação de Santa Apolónia, e outra na avenida dos Aliados, no Porto, que deverão abrir em 2021.