Promoção de Portugal no MIPIM atesta a grande dinâmica do mercado

Ana Tavares |
Promoção de Portugal no MIPIM atesta a grande dinâmica do mercado

 

Rui Coelho, diretor executivo da Invest Lisboa, comenta à VI que «o balanço da participação este ano não poderia ser melhor. Estamos a ter anos fantásticos em Lisboa, e isso também se reflete no nosso stand de Lisboa no MIPIM», onde estão representados «25 parceiros e 5 câmaras municipais, além de Lisboa. Temos aqui vários especialistas em imobiliário em Lisboa, com grandes projetos em promoção».

Completa ainda que «estamos a promover o projeto de rendas acessíveis da CML, o Hub Criativo do Beato, o novo parque temático», assegurando que «a dinâmica tem sido fantástica». E destaca que «pela primeira vez, o Porto vem ao MIPIM e está aqui ao lado de Lisboa, em stand autónomo mas fisicamente muito próximo, é importante para todos e para a promoção das duas cidades».

 

Porto estreia-se no certame para “trazer investimento para a cidade”

«É importante apresentar não apenas aquilo que é a realidade do Porto hoje, mas também dar a conhecer os nossos projetos mais estruturantes», comenta o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, à VI. A cidade participa pela primeira vez este ano na feira com stand próprio.

Afirma ter «a convicção de que esta apresentação naquela que é a feira mais importante neste ramo no mundo pode contribuir para chamar à atenção para as oportunidades do Porto, e para encontrarmos parceiros para os projetos de Parcerias Público-Privadas que a câmara pretende promover, nomeadamente habitação a custos controlados».  

«Temos contactado com outros autarcas presentes na feira, para partilharmos experiências e preocupações, e temos tido outros contactos que vão, seguramente, trazer investimento para a cidade do Porto», garante o autarca.

 

Baía do Tejo reforça a sua participação

Também a marcar presença no MIPIM pelo 4º ano consecutivo está a Baía do Tejo, com a Cidade da Água. Sérgio Saraiva, administrador da sociedade, explica que «é sempre importante estarmos presentes no MIPIM, é o 4º ano que participamos em parceria com a Invest Lisboa», numa altura em que «aproximamo-nos de uma fase essencial, que tem a ver com a apresentação formal do projeto aos investidores, a decorrer durante o mês de abril, com o objetivo de capacitarmos a região de Lisboa com um produto imobiliário diferenciado que pretende, por um lado, aliviar a pressão que se sente ao nível da oferta, e criar um fator de desenvolvimento da região».

Este é o maior projeto de desenvolvimento urbano do país desde a Expo 98: «é um projeto de grandes dimensões, uma intervenção que tem cerca de 1/5 da área da Expo 98, que vai construir uma nova centralidade. 60% da área é de uso misto, pode acomodar qualquer tipo e perfil de investidor», um projeto que se deverá desenvolver ao longo dos próximos 15 anos.

«Para um projeto desta natureza, tem de haver consistência na sua promoção, nomeadamente confiança institucional», destaca. «Agregar 3 municípios a uma empresa do estado numa estratégia consertada de promoção não é habitual, além da parceria com a Invest Lisboa».

Destaca também a importância da presença do Porto no salão, já que «não nos podemos dar ao luxo de ter no MIPIM uma presença pequena. É importante ter uma presença cada vez mais reforçada de Portugal enquanto destino de investimento imobiliário».

 

Iberian Property promoveu o debate sobre os hubs de investimento portugueses

Decorreu esta quinta feira, dia 14 de março, a conferência “Lisbon & Oporto: New European and Atlantic Hubs for Investment”, uma coorganização com a Iberian Property.

A sessão marca uma época em que Porto e Lisboa são dois dos maiores e mais importantes destinos de retenção de talento e para as áreas de IT na Europa, o que tem dado um novo “boost” ao mercado imobiliário. Contou com a participação de intervenientes como Rui Coelho, Peter Holden, Group Development Director da Round Hill Capital, Sérgio Saraiva, Ricardo Valente, vereador da Câmara Municipal do Porto, num debate moderado por António Gil Machado, diretor da Iberian Property.