IHRU

IHRU adquiriu 47 imóveis de habitação em Lisboa, Porto e Algarve

Felipe Ribeiro |
IHRU adquiriu 47 imóveis de habitação em Lisboa, Porto e Algarve
Lisboa

Por intermédio do IHRU, o Estado comprou 47 imóveis de habitação para que fiquem disponíveis com rendas a preços mais baixos do que no mercado, avança o Negócios.

Os imóveis adquiridos situam-se nas zonas de Lisboa, Porto e Algarve. Conforma as regras que constam na primeira consulta ao mercado do IHRU para a compra de imóveis, cujo prazo de propostas terminou a 11 de fevereiro, os 47 imóveis foram comprados por um valor máximo de 430 mil euros – 18 são munícipios na zona de Lisboa, 17 no Porto e 16 na zona do Algarve.

Os imóveis, já prontos a habitar ou em fase final de construção, eram propriedade de pessoas singulares ou de empresas. O valor máximo previsto por tipologia foram os seguintes: T1 até 213 mil euros, T2 o valor de 295 mil euros, T3 de 373 mil euros e um T4 de 430 mil euros.

Foram assim considerados imóveis que estejam ou não em propriedade horizontal e que tinham contratos de arrendamento em vigor – desde que estes não ultrapassem 20% do total da área bruta.

No que diz respeito à nova consulta ao mercado, o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana vai receber propostas durante os próximos dois meses.