Promoção Imobiliária

Fortera prepara investimento de €70M em Espinho (atual.)

Ana Tavares |
Fortera prepara investimento de €70M em Espinho (atual.)

O grupo israelita Fortera quer investir um total de 70 milhões de euros no novo empreendimento “Espinho Business Center – Novo Centro Empresarial e Turístico”, na zona sul da cidade, um projeto que «reconfigura toda a zona sul da cidade, dando continuidade ao ReCafe [Requalificação do Canal Ferroviário de Espinho]», explica a autarquia, citada pelo JN, que acredita que este terá «grande impacto no desenvolvimento e requalificação do território na parte sul da cidade, entre as Ruas do Golf, Rua 43 e Ribeira de Silvalde».

Elad Dror, CEO e cofundador do grupo Fortera, diz em comunicado que «especialmente agora, que a cidade e o país precisam de investimento para movimentar a economia e criar empregos direta e indiretamente, estes empreendimentos ajudam a fazer a mudança, e este projeto que se desenha, será o estado da arte do século XXI, aliando lazer, trabalho, vivência, tudo num ecossistema que corresponde à realidade de hoje».

«Até hoje, tivemos uma grande experiência na cidade e um feedback muito bom dos clientes que apreciaram a qualidade do “Espinho One”, e da autarquia, que nos acolheu sabiamente, sabendo que poderíamos alocar os nossos recursos em outros lugares do país, mas escolhemos Espinho. E esperamos ter esse apoio contínuo, para criar um impacto que acabará por mudar e reviver aquela parte da cidade. Espinho vai ter a  glória que um dia teve e todos vão ganhar», conclui o responsável.

O projeto está ainda pendente do reconhecimento, por parte da Câmara Municipal de Espinho, de empreendimento com interesse público estratégico para o município, o que poderá acontecer ainda esta semana. Nesse caso, o projeto será depois submetido à aprovação da Assembleia Municipal.

Para já, o Fortera recebeu os pareceres favoráveis da Comissão de Coordenação da Região Norte, da Agência Portuguesa do Ambiente e da IP-Infraestruturas de Portugal. O Fortera quer iniciar «imediatamente» a conceção do projeto completo, a infraestrutura e construção da primeira fase, assim que tiver a luz verde.

O grupo Fortera tem estado muito ativo em Portugal, em particular no Norte do país. Recentemente, colocou no mercado dois projetos ainda em fase de promoção, nomeadamente o Riverside Gaia e a componente de escritórios do Skyline, ambos em Vila Nova de Gaia, investimentos que somam os 113 milhões de euros. O grupo israelita tem também vários projetos residenciais em desenvolvimento em Espinho, no Porto, Gaia ou Braga.

No final do ano passado, Elad Dror anunciava «um enorme pipeline (mais de 300 mil m2) atualmente em desenvolvimento» e que «faz parte de nossa política de gestão de ativos revender se acharmos apropriado. (…) Estamos muito otimistas no mercado e continuamos a fazer transações mais do que nunca».

Atualização às 26 de janeiro com mais informação da Fortera