Angola

Construção da centralidade de Ndalatando atrasada por falta de verbas

Ana Tavares |
Construção da centralidade de Ndalatando atrasada por falta de verbas

À margem de uma visita de um grupo de deputados da Comissão de Economia e Finanças da Assembleia Nacional, o fiscal da obra, Tiago Nhanga, explicou à imprensa que este atraso está a colocar em causa a conclusão da primeira fase do projeto, que prevê a construção de 212 apartamentos T3, lojas e outros serviços. As obras estão concluídas a 23%.  

A Jonce está encarregue da construção da centralidade. As obras começaram já em Março de 2018, e paralisaram em Junho passado por falta de pagamentos, o que já levou ao despedimento de 121 trabalhadores. Segundo a Angop, a empreitada está avaliada em 6.500 milhões de kwanzas, e foram pagos até ao momento 2.000 milhões.

No total, a nova centralidade de Ndalatando terá cerca de 4.000 apartamentos.

 

Foto: O Guardião