CBRE

CBRE cria nova área de Agribusiness

Ana Tavares |
CBRE cria nova área de Agribusiness

Com este novo serviço, a CBRE pretende dar resposta às necessidades de proprietários e investidores em imóveis e terrenos agrícolas, uma tipologia de ativos com grande expressão em Portugal. Em países como a Austrália e os Estados Unidos da América a CBRE conta já com uma carteira de investidores internacionais que confirma a sua expertise nesta área de negócio. A equipa europeia começou a operar em janeiro de 2020, e já regista muito interesse por parte de alguns dos principais produtores alimentares do Velho Continente, com mandatos que ascendem aos 240 milhões de euros. Em Portugal, a consultora conta já com um mandato de comercialização de um terreno agrícola com armazém em Beja com 6.000 m².

Jack Svoronos, responsável pela nova linha de negócio, explica em comunicado que «com 106 milhões de hectares destinados a atividade agrícola na Europa e operadores de incontornável relevância na área da produção alimentar, estamos certos que a CBRE poderá facilitar diversas operações e apoiar um segmento que, dada a sua expressão, é muito importante para nós. Tal como a Ásia depende da produção da Austrália em produtos alimentares de qualidade, França, Espanha, Itália e Portugal produzem bens alimentares para 500 milhões de pessoas na Europa pelo que continuarão a ter um papel fundamental com a sua capacidade produtiva e verão durante os próximos 5 anos um aumento do investimento em ativos agrícolas estratégicos».

Por seu turno, Francisco Horta e Costa, Diretor Geral da CBRE Portugal, salienta que «Portugal conta com uma relevante e diversificada extensão rural, trazendo desafios acrescidos a investidores e proprietários que não encontram, atualmente, um apoio especializado. Com este novo serviço, a CBRE Portugal acompanha as necessidades apresentadas, de apoio especializado aos proprietários agrícolas, quer particulares quer institucionais, na prestação de um alto nível de serviço em avaliação, consultoria e transação a investidores e proprietários de qualquer terreno agrícola».