Antiga gigante têxtil dá lugar à Mercadona em Santo Tirso

Susana Correia |
Antiga gigante têxtil dá lugar à Mercadona em Santo Tirso

Falida há quase cinco anos, a antiga Arco Têxteis foi uma das maiores fábricas da região do Vale do Ave, chegando a empregar 1.500 pessoas. Agora, no seu complexo outras atividades vão nascer, com o projeto da Mercadona a dar o pontapé de saída para a reconversão daquele espaço.

Funcionando como uma verdadeira âncora, a cadeia retalhista espanhola comprou um dos lotes de terreno disponíveis, com 100.000 m² e onde já está a desenvolver mais um supermercado, que abrirá portas em abril de 2020; gerando 85 postos de trabalho.

Esta unidade é uma das aberturas já anunciadas pela rede para Portugal em 2020, onde conta inaugurar mais uma dezena de outros supermercados distribuídos pela zona Norte ao longo dos próximos 12 meses. Recorde-se que o objetivo da Mercadona é atingir entre as 150 a 200 lojas no nosso país ao longo dos próximos oito anos.

2019 foi o ano do arranque no mercado português, ao longo do qual inaugurou dez lojas no nosso país, todas na região norte, nomeadamente em Braga, Barcelos, Vila Nova de Gaia (duas lojas), Matosinhos, Maia, Gondomar, Porto, Ovar e São João da Madeira.

A suportar a atividade, a marca investiu também num centro logístico na Póvoa de Varzim, bem como num centro de Coinovação em Matosinhos e nos seus atuais escritórios no Porto e em Lisboa, dando já emprego a mais de 1.100 pessoas em Portugal.

De olhos postos na expansão a sul, a empresa prepara-se agora para investir noutro centro logístico na zona de Lisboa, com uma área total de 50.000 m², agendando para depois de 2021 a abertura do seu primeiro supermercado na capital portuguesa.