Agência Portuguesa do Ambiente viabiliza Montijo

Ana Tavares |
Agência Portuguesa do Ambiente viabiliza Montijo

Na declaração de impacto ambiental (DIA) «favorável condicionada», a APA refere que «tendo por base o parecer emitido pela Comissão de Avaliação, a APA, enquanto autoridade de avaliação de impacte ambiental, considerou estarem reunidas as condições para a emissão de uma Declaração de Impacte Ambiente Favorável Condicionada à adoção da Solução 2 do estudo prévio da Extensão Sul da Pista 01/19 e Solução Alternativa do estudo prévio da Ligação rodoviária à A12, bem como ao cumprimento de um conjunto de condições».

Avifauna, ruído e mobilidade são alguns dos temas apontados, e são propostas medidas como «áreas de compensação física com a extensão de 1,600 hectares e a constituição de um mecanismo financeiro para a gestão da área afetada, a gerir pelo ICNF e pago pelo proponente (…)», ou ainda a construção de novas acessibilidades rodoviárias de ligação à Ponte Vasco da Gama e o reforço da mobilidade fluvial.

No entanto, a ANA «vê com surpresa e apreensão algumas das medidas propostas, que avaliará detalhadamente dentro do prazo legal definido», cita o Publituris.