Governo quer alargamento da Rede do Metro do Porto

Fernanda Cerqueira |
Governo quer alargamento da Rede do Metro do Porto

O Ministro do Ambiente apresentou ao conselho de administração da Metro do Porto uma proposta de investimento total de 287 milhões de euros e que beneficiará as deslocações nos concelhos do Porto e de Gaia. Trata-se do prolongamento da linha D (Amarela), em Gaia, e a construção de uma nova linha, a G (Rosa), entre São Bento e a Casa da Música, no Porto.

Na qualidade de maior acionista da empresa pública, o Governo espera a aprovação do conselho de administração para dar início aos projetos de execução de cada uma das linhas.

O Público avança que o concurso público para a construção das novas linhas deverá ser lançado no final do primeiro semestre de 2018, estando previsto o início da obra em 2019. A construção das duas linhas deverá decorrer parcialmente em simultâneo, durante três anos.

Metro espera ganhar 20% de clientes com novas linhas no Porto e em Gaia

Um estudo elaborado pelo Centro de Investigação do Território, Transportes e Ambiente (CITTA), do Departamento de Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) refere que este investimento pode atrair até 30 mil clientes em dia útil à rede, o que perfaz um acréscimo de 12 milhões de viagens a acrescentar às 58 milhões realizadas anualmente no sistema de metropolitano da região.