Vogue Homes soma pipeline de 14 projetos e €250M

Ana Tavares |
Vogue Homes soma pipeline de 14 projetos e €250M

 

Em fase de arranque, estão 4 projetos, em Lisboa, Dafundo e Porto. Joaquim Silva Lico, CEO da empresa, explica ao Idealista que «os projetos Bom Sucesso, São Carlos, Marechal Gomes da Costa (Porto) e Dafundo vão já arrancar no decorrer dos meses de outubro/novembro».

Junto ao rio, em Lisboa, no espaço onde funcionava uma antiga faculdade, vai surgir o Bom Sucesso, um edifício que será totalmente reabilitado para dar lugar a 47 unidades habitacionais distribuídas por 3 edifícios. No Largo de São Carlos, também na capital, a Vogue Homes vai reabilitar um conjunto pombalino também para habitação, mantendo as lojas do piso térreo.

Também na capital, na Rua das Portas de Santo Antão, o Atheneu Comercial de Lisboa vai ser transformado num projeto residencial, «que visa trazer vida não só ao edifício emblemático, mas também a uma zona que tem pouco residentes», explica o responsável à mesma fonte. «Este projeto está a ser desenvolvido em conjunto com a antiga instituição que o detinha, o ACL - Atheneu Comercial de Lisboa, no sentido de preservar a história e identidade do que foi aquela instituição».

No Dafundo, perto de Algés, o Dafundo 24 dará origem a 10 apartamentos com estacionamento e loja. Já no Porto, vai surgir o Marechal 720, um lote com moradias em condomínio privado.

A empresa tem ainda em mãos outros projetos em Lisboa e em localizações como Cascais ou Setúbal, todos assinados por «gabinetes de topo» como Miguel Saraiva e Associados, CPU Arquitetos ou Open Book Arquitetura. Mas admite que será difícil manter um crescimento semelhante devido aos preços do mercado para reabilitação: «vai ser muito difícil continuar com este crescimento, uma vez que se vive um momento de prática de valores irrealistas por parte de dos vendedores de prédios (matéria-prima), isto apesar da crescente procura de casas». Contudo, «todos os dias procuramos novos desafios que deem continuidade a este projeto iniciado em 2013 para que a cada dia que a marca se possa ir afirmando cada vez mais neste mercado, como uma referência», conclui.